Leilão de Biblioteca Particular

Image

Já se encontra disponível para download o catálogo para o nosso próximo leilão de livros a decorrer no próximo dia 5 de junho no Hotel Fénix, em Lisboa.

A Biblioteca é composta por um conjunto extraordinário de obras raras e valiosas publicadas entre o século XV e o século XX, na sua grande maioria relacionadas com Brasil, Oriente, Descobrimentos Portugueses, Ciência e Cultura Universal.

Ao longo dos próximos dias publicaremos alguns destaques.

As ligações para o catálogo são:

sitío: http://www.otiumcumdignitate.pt/leiloes?i=S008

pdf: http://www.otiumcumdignitate.pt/dwn/res/S008.pdf

Novo Boletim Bibliográfico | janeiro 2012

Novo Boletim Bibliográfico | janeiro 2012

Já se encontra disponível para download e consulta o nosso último boletim bibliográfico de janeiro.

Composto por títulos seleccionados, impressos até ao século xix, possui vários objectos de colecção de extrema raridade.

O catálogo pode ser consultado no nosso sítio na internet – http:///www.otiumcumdignitate.pt/catalogos – e está identificado com o código 201201, na secção catálogos, à direita do ecrão do seu computador.

As respectivas ligações são:

sítio: http://www.otiumcumdignitate.pt/catalogos/?i=201201

pdf: http://www.otiumcumdignitate.pt/dwn/res/201201.pdf

36273 JESUS (Rafael de)

36273 JESUS (Rafael de)
CASTRIOTO Lvsitano Parte I. Entrepresa, e restavraçaõ de Pernambuco; & das Capitanias Confinantes. Varios, e Bellicos Svcessos entre Portuguezes, e Belgas. Acontecidos pello discurso de vinte e quatro annos, e tirados de noticias, relações, & memorias certas. Compostos em forma de história pello Muyto Reverendo Padre Prégador Géral Fr. Raphael de Iesus. Lisboa: Na Impressçao de António Craesbeeck de Mello, 1679. 6.º; portada, [18], 701, [47] pp.; 290 mm. Encadernação inteira de pele moderna; corte das folhas carminad; exemplar limpo; portada restaurada e espelhada, sendo essa a única falta grave do exemplar.
PRIMEIRA edição, muito rara, desta obra clássica da bibliografia brasiliana. Monge Beneditino, Fr. Rafael de Jesus (Guimarães, 1614 – Lisboa, 1693) foi Procurador geral, D. Abade em vários mosteiros da congregação e nomeado cronista mor do reino por alvará de 11 de Novembro de 1681, sendo autor da sétima parte da Monarquia Lusitana (Lisboa, 1683).
Esta sua obra é a biografia de João Fernandes Vieira, mais conhecido por João Castrioto (? – 1681), emigrado da ilha da Madeira para o Brasil onde, após anos de penúria, se transformou numa importante figura no Brasil, não só pela sua fortuna, mas também por ter liderado a famosa revolta de 1645 contra os Holandeses, tomando papel saliente na guerra “desde a primeira vitória do monte das Tabocas (3-8-1645) até à capitulação do Recife, em Janeiro de 1654, combatendo com grande denodo e coragem nas duas batalhas dos Guararapes (19-4-1648 e 19-2-1649)” (cf. Dicionário de História de Portugal, VI, p. 303).
Inocêncio, VII, R. 50; Travel and Exploration, 1062; Borba de Moraes, I, 361
3000,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36273

36272 PARADA (António Carvalho de)

36272 PARADA (António Carvalho de)
ARTE de Reynar ao Potentissimo Rey D. Ioam IV Nosso Sñor Restavrador da Liberdade Portvgvesa […]. Em Bucelas: Por Paulo Crasbeeck, s.d. [1643]. 6.º; front., [ ]//4, A-Z, Aa-Zz, Aaa-Ccc//6, Ddd//2; [5]-296 ff.; 285 mm. Bom exemplar; encadernação inteira de pele marmoreada restaurada; corte das folhas carminado; ocasionais picos de acidez.
António Carvalho de Parada (1595-1665) exerceu vários lugares públicos, entre os quais o de Guarda Mor da Torre do Tombo. Esta sua obra, integrada numa série de outras publicadas por outros autores que procuram justificar a legitimidade de D. João IV ao trono de Portugal. RARÍSSIMO.
Samodães, 625; Salema Garção, I, 598, com faltas; Inocêncio I, 107; Travel and Exploration, 1891
2200,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36272

36271 RESENDE (Garcia de)

36271 RESENDE (Garcia de)
CHRONICA dos Valerosos e Insignes Feitos Del Rey Dom Ioão II de Gloriosa Memoria. Em que se refere, sua Vida, suas Virtudes, seu Magnanimo Esforço, Excellentes Costumes, & seu Christianissimo Zelo / per […]. Em Lisboa: Por Antonio Alvarez, 1622. 8.º; [10]-174 ff.; 265 mm. Encadernação inteira de pele moderna, decorada a seco nas pastas e com títulos a ouro em rótulo grená na lombada; corte das folhas carminado; aparado; manchas de humidade ao longo do volume.
Quinta edição desta importantíssima obra de Garcia de Resende, publicada pela primeira vez em 1545. A Miscelânea que apareceu pela primeira vez na segunda edição de 1554 só foi reeditada na presente. Muito raro.
Inocêncio, III, p. 120
450,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36271

36270 DIFFINIÇOENS, & Estatutos dos Cavalleyros

36270 DIFFINIÇOENS, & Estatutos dos Cavalleyros, e Freyres da Ordem de Nosso Senhor Jesu Christo, com a Historia da Origem, & Principio della […]. Lisboa Occidental: Na Officina de Pascoal da Sylva, 1717. [ ]//2, a-d, A-P//6; [52]-180 pp., 4 est.: il.; 280 mm. (6.º). Encadernação inteira de pergaminho da época; pequena mancha nos primeiros fólios.
“Contém, além do prólogo (onde se transcrevem as bulas da fundação da Ordem, e da união do seu mestrado à Coroa, etc.) quatro livros ou partes; na 1.ª se trata da fundação e criação da ordem, com o que lhe diz respeito: na 2.ª do provimento das comendas, obrigações dos comendadores, etc.: na 3.ª da jurisdição eclesiástica, e modo de a exercitar: na 4.ª dos privilegios da ordem; terminando por um rol de todas as comendas, e designação do rendimento de cada uma.” [Inoc.] Ilustrado com as quatro gravuras representando as cruzes para as capas e roupetas dos noviços e professos. Estimado.
Inocêncio, II, p.132
425,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36270

36269 ANDRADE (António Galvão de)

36269 ANDRADE (António Galvão de)
ARTE da Cavallaria de Gineta, e Estardiota, bom primor de ferrar & alueitaria. Dividida em tres Tratados, que contém varios discursos, & experiencias nouas desta arte. Lisboa: Na Officina de Joam da Costa, 1678. 6.º; 1 retrato, [16], 606 pp., 20 grav.: il.; 285 mm. Encadernação inteira de carneira moderna; corte das folhas carminado; exemplar limpo.
PRIMEIRA e única edição, desta importante e raríssima obra dedicada à arte da equitação. António Galvão de Andrade, natural de Vila Viçosa, foi criado da Casa de Bragança, Fidalgo da Casa Real, Cavaleiro da Ordem de Cristo e Comendador de S. Tiago de Ourém, filho do estribeiro de D. Teodósio, Francisco Galvão de Andrade. Segundo Barbosa Machado, “foi insigne na arte da cavalaria de tal sorte, que mereceu pela sua grande ciencia, e destreza competir com os mais célebres professores della, tendo sido nomeado por D. João IV estribeiro menor e responsável pelo ensino a D. Teodósio naquela arte.
A obra vem ilustrada com 20 gravuras, 15 delas desdobráveis, gravadas a talhe-doce e um retrato do autor. Inocêncio apenas refere 13 gravuras e o retrato.
Muito raro.
Barbosa, I, p. 285; Importante Biblioteca Particular, III, 22; Samodães, 1342; Inocêncio, I, A. 721
5500,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36269

36268 LEÃO (Duarte Nunes de)

36268 LEÃO (Duarte Nunes de)
LEIS Extravagantes collegidas e relatadas Pelo Licenciado Dvarte Nvnes do Liam per Mandado do muito alto & muito poderoso Rei Dom Sebastiam. Nosso Senhor. Em Lisboa: per Antonio Gonçaluez, 1569. 8.º; ¶//4, A-K//8, L//10, M-N//8, O//4, P-Y//8, Z//4, Aa-Bb//8, Cc//4, Dd-Ee//8, Ff//4, ¶, ¶, AA//8; [4]-218-[16]-8 ff.; 285 mm. Encadernação inteira de pergaminho moderna, decorada com dupla cercadura a ouro nas pastas, ferros decorativos a ouro na lombada e títulos a ouro em rótulo castanho; manchas de humidade pouco acentuadas nos últimos fólios. Bom exemplar.
Importante repositório de Leis por Duarte Nunes de Leão, importante homem do Direito Civil do século XVI, Desembargador da Casa da Suplicação, natural de Évora. Deixou vários escritos, alguns deles publicados em vida, sobre variadíssimas matérias, incluindo um conjunto de Crónicas dos Reis de Portugal. A edição, da responsabilidade do grande impressor António Gonçalves, está impresso a uma coluna em caracteres romanos, com belas capitulares ilustradas no início de cada parte. Muito Raro. [Inoc., II, p. 210; Ameal, 1650; Samodães, 2243]
3000,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36268

36267 ZURARA (Gomes Eanes de)

36267 ZURARA (Gomes Eanes de)
CHRONICA do Descobrimento e Conquista de Guiné / escrita […] pelo Chronista Gomes Eannes de Azurara; fielmene trasladada do manuscrito original contemporaneo, que se conserva na Biblitheca Real de Pariz, e dada pela primeira vez à luz per diligencia do Visconde da Carreira […]; precedida de uma Introducção, e Illustrada com algumas notas pelo Visconde de Santarem. Paris: J.P. Aillaud, 1841. XXVI, 474, [2] pp.: il.; 300 mm. Encadernação com lombada em chagrin, ligeiramente cansada; ligeira acidez própria da má qualidade do papel.
Primeira edição impressa deste importante documento coevo dos descobrimentos portugueses. Está ilustrado com um retrato do Infante D. Henrique e duas folhas fac-similadadas do orignal manuscrito. Raro.
1200,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36267

36266 CASTRO (Julio de Melo de)

36266 CASTRO (Julio de Melo de)
HISTORIA Panegyrica da Vida de Dinis de Mello de Castro, Primeyro Conde das Galveas […] / Escripta por […]. Lisboa: Na Officina de Antonio Duarte Pimenta, 1744. 4.º; a-e, A-Z, Aa-Zz, Aaa-Iii//4; 1 grav., [40], 438 pp., 1 ret.; 205 mm. Encadernação inteira de carneira com perdas graves; ante-rosto com carimbo de posse a óleo de Raul de Bivar e assinatura de posse coeva; frontispício com assinatura de posse.
Segunda edição desta estimada biografia ilustrada com o retrato do Conde das Golveias e com uma gravura com o Brasão de Armas de Portugal. Dinis de Melo de Castro, 1.º Conde das Galveias (1624-1709), logo com 16 anos se juntou às forças de D. João IV sob as ordens do Conde de Vimioso. Ferido 22 vezes em combate, tomou parte nas batalhas do Montijo, do forte de S. Miguel, das Linhas de Elvas, Ameixial e Montes Claros, subindo toda a escala das promoções de soldado até general-de-batalha. No combate pelo forte de S. Miguel foi ferido sete vezes, foi-lhe morto o cavalo e levado como prisioneiro na direcção de Badajoz, até que os seus soldados conseguiram resgatá-lo, já quase junto aos muros da cidade espanhola. Recuperado dos ferimentos e incorporado no exército do Conde de Cantanhede, teve ocasião de se cobrir de glória na batalha das Linhas de Elvas. Em 1662, foi governador do Alentejo por duas vezes. Quando foi substituído neste cargo pelo Conde de Vila Flor, voltou ao serviço de campanha como general de cavalaria. Quando Évora foi atacada e ocupada por D. João de Áustria, voltou novamente a dar provas da sua competência e bravura, especialmente na batalha do Ameixial. Em 1663, foi mais uma vez governador do Alentejo e em 1665 comandou a Cavalaria na batalha de Montes Claros. D. Pedro II, em reconhecimento dos seus méritos, nomeou-o conselheiro de Estado e da Guerra. Quando este soberano tomou partido na Guerra da Sucessão de Espanha, já o Conde estava em idade avançada, mas ainda assim, em 1705, como governador das Armas do Alentejo, invadiu Espanha e tomou Valência de Alcântara e Albuquerque. Era comendador de Santa Marta de Lordelo, de Santa Maria de Torredeita e outras.
A obra, escrita por seu sobrinho, é, por isso, importante para a história da Guerra da Restauração. Raro e estimado.
70,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36266

36265 ANDRADE (Jacinto Freire de)

36265 ANDRADE (Jacinto Freire de)
VIDA de D. João de Castro IV Viso-Rey da India. Escrita por […]. Lisboa: Na Officina de Domingos Rodrigues, 1747. 4.º; [4], 372 pp.; 195 mm. Encadernação inteira de carneira da época, cansada; acidez.
Sexta edição desta obra clássica da bibliografia dos Descobrimentos portugueses. Invulgar.
Inocêncio, III, J.20
120,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36265

36264 ROYARDUM (Ioannem)

36264 ROYARDUM (Ioannem)
HOMILIAE IN EUANGELIA Dominicalia Ivxta Literam, adiectis Homiliis in Euangelia trium feriarum Paschalium, & totidem Pentecostalium, / per fratem […]. Parisiis: Apud Carolam Guillard, 1553. ¶-¶¶, A-Z, Aa-Nn//8, Oo//6; [16], 294 ff.; 170 mm. Encadernação inteira de carneira cansada; corte das folhas carminado; acidez e manchas de humidade mais acentuadas nos primeiros fólios.
Quinhentista de foro religioso dedicado à instrução dos Padres sobre a forma de dar Homilias, vulgo sermão. Raro.
450,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36264

36262 SALMON (Tommaso)

36262 SALMON (Tommaso)
LO STATO Presente di Tutti i Paesi, Epopoli del Mondo Naturale, Politico, e Morale, con nuove osservazioni, e correzioni degli antichi, e moderni viaggiatori. Volume XV. del Regno di Portogallo. In Venezia: Presso Giambatista Albrizzi, 1745. 8.º; [12], 432 pp.; 185 mm. Encadernação com lombada em pele; corte das folhas carminado. Exemplar com falta de todas as gravuras que fazem parte deste volume.
Volume respeitante a Portugal desta monumental obra corográfica descrevendo o mundo conhecido de então. Muito raro.
150,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36262

36261 BONUCCI (António Maria)

36261 BONUCCI (António Maria)
EPITOME Chronologico, Genealogico & Historico, dividido em quatro livros e composto pelo Padre […]. Lisboa: Na Officina de AntónioPedrozo Galram, 1706. 8.º; [16], 556 pp.; 210 mm. Encadernação com lombada e cantos em pele; manchas de humidade nos primeiros fólios à cabeça; restauros à cabeça nos fólios preliminares; corte das folhas carminado; ex-libris de Miguel de Faria; ex-libris a óleo heráldico no frontispício.
PRIMEIRA e única edição desta importante obra da bibliografia brasiliana e que Borba de Moraes descreve da seguinte forma: “This book is a sort of universal history, interesting in that its author was a missionary in Brazil”. O Pe. António Maria Bonucci (1651-1728) foi um importante missionário jesuíta no Brasil, chegando a ser secretário do Pe. António Vieira. Raro.
Borba de Moraes, I, p. 97; Inocêncio, VIII, A. 2915
330,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36261

36260 BERNARDES (Manuel)

36260 BERNARDES (Manuel)
EXERCÍCIOS Espirituaes, e Meditações da Via Purgativa sobre a Malicia do Peccado, vaidade do mundo, miserias da vida humana, e quatro Novissimos do homem, com huma instrução breve do modo prático, com que os principiantes podem exercitar a Oração Mental; e resolução das principaes dúvidas que nella ocorrem. Quinta Impressão. Lisboa: Na Regia Officina Typographica, 1784-1785. 8.º; 2 v. de 1 retrato, [6], 648 pp. e 796 pp.; 210 mm. Encadernações uniformes inteiras de carneida da época cansadas; corte das folhas carminado; pico de traça marginal junto ao festo no primeiro volume; ligeira acidez.
Quinta impressão desta popular e importante obra do Pe. Manuel Bernardes (1644-1710), natural de Lisboa, Presbítero da Congregação do Oratório é um dos mais afamados escritores clássicos da língua portuguesa, considerado por Inocêncio com talento equivalente ao do Pe. António Vieira “na suavidade e na poesia do estilo”.
Inocêncio, V, p. 374; XVI, p. 134
120,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36260

36259 GAMA (Manuel Jacinto Nogueira da, trad.)

36259 GAMA (Manuel Jacinto Nogueira da, trad.)
ENSAIO sobre a Theoria das Torrentes e Rios, que contem os meios mais simples de obstar aos seus estragos, de estreitar o seu leito e facilitar a sua navegação […]. Lisboa: Na Offic. Patr. de João Procopio Correa da Silva, 1800. [24], XXXII, 368, [56] pp., 16 est.: il.; 215 mm. Encadernação com lombada e cantos em pele da época um pouco cansada; corte das folhas pintado; limpo.
A obra é seguida por mais três títulos: I. Indagação da mais Vantajosa Construcção dos Diques por Bossut e Viallet; II. Um Extracto da Arquitectura Hydraulica por M. Belidor; III. Tratado Pratico da Medida das Águas Correntes e Uso da Taboa Parabolica do P.D. Francisco Maria de Regi. Manuel Jacinto Nogueira da Gama (1765-1847), natural da vila de S. João d’El Rei em Minas Gerais, foi bacharel formado em Matemática e Filosofia pela Universidade de Coimbra, membro de várias associações científicas, foi professor na qualidade de Lente da Academia Real de Marinha de 1791 a 1801, ano em que foi nomeado Inspector Geral das Nitreiras e Fábrica de Pólvora de Minas Gerais e promovido no ano seuginte a Tenente Coronel do corpo de Engenheiros, partindo para o Brasil em 1804. Esta sua tradução está ilustrada com 16 estampas em folha desdobrável. Muito raro.
Inocêncio, VII, p. 7
260,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36259

36258 BOSSIO (Fr. Francisco de Paula)

36258 BOSSIO (Fr. Francisco de Paula)
VIDA Prodigioza e Portentozos Milagres do Glorioso Thaumaturgo S. Francisco de Paula, Fundador da Ordem dos Minimos […]. Lisboa: Na Officina de Antonio Rodrigues Galhardo, 1779. 8.º; *//8, **//4, ***//2, A-Z, Aa-Oo//8, Pp//6, Qq-Ss//4; 1 ret., [16], XII, 614 pp., 1 ff.; 200 mm. Encadernação inteira de carneira do século XIX; corte das folhas carminado; com falta do fólio Ss4, correspondente à última folha do sumário das províncias da congregação de S. Francisco de Paula.
Obra póstuma, saída do prelo pelas mãos do seu confrade Fr. Tomás de Aquino. Fr. Francisco de Paula Bossio, natural de Espanha, veio para Portugal em 1744 com o carácter de Vigário Provincial da sua Ordem. S. Francisco  de Paula, sobre quem fala a obra, nasceu em Paula em 1436, falecendo em Plesis lez Tours em 1507. Durante um curto período da juventude viveu entre os Frades Menores mas deixou-os para ir viver como eremita numa caverna junto ao mar perto da sua terra natal. Com a passagem do tempo, outros juntaram-se-lhe, criou-se uma casa de religiosos regulares e a comunidade transformou-se numa ordem de frades, chamada Mínimos. A sua regra de vida era notoriamente austera e o seu fundador tornou-se conhecido pelos seus poderes espirituais, especialmente o dom da leitura de pensamentos. A sua reputação espalhou-se pela França e em 1482 foi convocado a Plessis-lez-Tours para socorrer o rei Luís XI que enfrentava a morte num estado de terror supersticioso. Francisco viveu em França até ao fim da vida, fundando a sua ordem em Plesis, Amoise, Paris e outros locais, com a ajuda de Carlos VIII, filho de Luís.
150,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36258

36257 MACEDO (José Agostinho de)

36257 MACEDO (José Agostinho de)
O DESENGANO, periódico político, e moral. N.º 1 (1830) – n.º 27 (1831). Lisboa: Na Impressão Régia, 1830-1831. 27 n.ºs, 1 retrato; 210 mm. Encadernação inteira de carneira da época; bom exemplar acrescentado com um retrato de José Agostinho de Macedo que não parece pertencer à publicação. Bom exemplar.
Colecção completa. Primeira edição deste periódico, o último publicado por José Agostinho de Macedo, tendo o último número sido publicado póstumo. Raro.
Inocêncio, V, J. 2282
170,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36257

36256 JESU Christo pela sua Tolerancia

36256 JESU Christo pela sua Tolerancia, Modelo dos Legisladores. Traduzido do Francez com Notas do Traductor. Porto: Na Imprensa de P. R. França, 1794. 8.º; xii, [2], 404 pp.; 185 mm. Encadernação com lombada em pele; exemplar por abrir; ex-libris de Victor Ávila Perez; limpo.

75,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36256

36255 PINTO (António Cerqueira)

36255 PINTO (António Cerqueira)
HISTORIA da Prodigiosa Imagem de Christo Crucificado, que com o Titulo de Bom Jesus de Bouças se venera no lugar de Matozinhos na Lusitania […]. Lisboa Occidental: Na Officina de Antonio Isidoro da Fonseca, 1737. 8.º; [82], 150, 162 pp.; 2 grav.: il.; 210 mm. Encadernação inteira de carneira da época, ligeiramente cansada; corte das folhas carminado
Obra estimada e rara sobre a Imagem do Bom Jesus ilustrada com duas gravuras, a primeira da própria imagem e a segunda representando a ordem da procissão. António Cerqueira Pinto foi Académico da Academia Real da História e era natural da vila de S. Miguel de Godim, perto de Amarante.
215,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36255

36230 REFLEXÕES de hum Portuguez

36230 REFLEXÕES de hum Portuguez sobre o Memorial apresentado pelos Padres Jesuítas à Santidade do Papa Clemente XIII. feliz reinante, exposta em huma Carta escrita na lingua Italiana a hum Amigo em Roma, e traduzidas fielmente na Portugueza. S.l.: s.n., 1759. 8.º; 216 pp.; 305 [150] mm. Curioso exemplar, encadernado inteira de carneira da época; com falta dos rótulos, mas em bom estado geral, apresentando todos os fólios colados em fólios de maior formato, indiciando que um anterior proprietário tinha o folheto junto com a “Dedução Cronológica”, obra cujo formato se assemelha com o deste exemplar e à qual diz respeito.
Primeira e única edição deste texto mandado publicar pelo Marquês de Pombal contra os irmãos Jesuítas com o intuito de publicitar contra a ordem religiosa e intentar a sua aboliação, o que veio a suceder com Clemente XIV em 1774. Inocêncio coloca esta obra na lista apresentada no artigo da “Dedução Cronológica” como a primeira de muitas que se publicaram no tempo com o mesmo intuito.
Raro.
Inocêncio, II, p. 131
250,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36230

36229 S. MIGUEL (Fr. Jacinto de)

36229 S. MIGUEL (Fr. Jacinto de)
NOTAS da Analysis Benedictina descubertas por Miguel Joachino de Freytas. En Madrid: Por Bernardo Peralta, 1734. 4.º; [6], 192, [4], 100 pp.; 285 mm. Encadernação inteira de carneira da época, um pouco cansada; falta da folha de guarda; limpo. Bom exemplar.
Primeira edição deste texto de Fr. Jacinto de S. Miguel publicado no contexto da publicação de outro título de Fr. Manuel dos Santos, autor do volume oitavo da Monarquia Lusitana, “Anlysis Benedictina.
Monge de S. Jerónimo, Fr. Jacinto de S. Miguel nasceu em Lisboa, em 1692 e faleceu na mesma cidade em 1763. Foi Reitor do Colégio de Coimbra e Geral da sua congregação em Portugal.
Esta sua obra é, então, um comentário à obra de Fr. Manuel dos Santos que, por sua vez, havia sido escrita como resposta a um outro folheto em castelhano, com o título “Crisis Doxologica y apologetica por el monachato legitimo de el maximo padre S. Geronimo en sus congregaciones de España, Portugal y Lombardia”, onde se sustentava que os Jerónimos tinham prioridade e prerrogativas sobre os Beneditinos. Esta contenda deu lugar a várias publicações, entre as quais a presente título que tem junto as “Novas Notas da Analysis Benedictina” de Fr. Francisco de Santa Maria e dadas à estampa por Fr. Jacinto de S. Miguel.
Raro.
Inocêncio, III, J. 43; ibidem, VI, p. 105
300,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36229

36227 LEITÃO (Manuel Rodrigues)

36227 LEITÃO (Manuel Rodrigues)
TRATADO Analytico & Apologetico, sobre os provimentos dos bispados da Coroa de Portugal. Calumnias de Castella Convencidas: Resposta a seu author Dom Francisco Ramos del Manzano. Justifica-se o Procedimento do senhor Rey D. João IV & do Senhor Rey D. Affonso VI seu filho, com a Sé Apostólica.. Lisboa: Offic. Deslandesiana, 1715. 6.º; Portada, *//6, **//4, A-Z, Aa-Zz, Aaa-Zzz, Aaaa-Zzzz, Aaaaa-Ddddd//6, [20], 1152 pp.: il.; 305 mm.  Encadernação inteira de carneira; corte das folhas carminado; ligeiros restauros; picos de traça marginais.
A presente obra foi mandada executar por Manuel Rodrigues Leitão no ano de 1659, com o objectivo de refutar o Tratado sobre la provision de los obispados de Portugal de D. Francisco ramos del Manzano. A Corte portuguesa mandou-o imprimir corridos vinte anos sobre a morte do seu autor por razões políticas, segundo conjectura de Inocêncio. O célebre bibliografo atesta que a data da impressão se conjuga com a época das desavenças entre D. João V e o papa Clemente XI devido à recusa do pontífice em nomear cardeal o núncio em Lisboa. Daí que se veja com a publicação deste tratado uma ameaça formal de rompimento das relações com a igreja de Roma.
Inocêncio declara ainda que, em termos doutrinais, esta obra tem merecido grande estima por todas as gerações, sendo constantemente citado nas matéria que trata.

Inocêncio, VI, 94-95.
350,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36227

36225 FLOREZ (Fr. Henrique)

36225 FLOREZ (Fr. Henrique)
ESPAÑA Sagrada. Theatro Geographico-Historico de la Iglesia de España. Origen, Divisiones, y Limites de todas sus Provincias. Antiguedad, Traslaciones, y estado antiguo y presente de sus Sillas, con varias Dissertaciones criticas. Tomo XIII de la Lusitania Antigua en Comun, y de su Metropoli Merida en Particular. En Madrid: En la Oficina de Antonio Marin, 1756. 8.º; [20], 500 pp., 2 grav.: il.; 220 mm. Bom exemplar; encadernação inteira de pergaminho; ocasional acidez.
Primeira edição do volume desta monumental obra composta por 51 volumes no total, tida por Palau como “una de las obras mas importantes con que cuenta la historia de España, por la abundancia de documentos y noticias de primera mano”. Este volume em particular diz respeito a Portugal, mas concretamente à região da Lusitânia Romana. Ilustrado com duas gravuras que não se publicaram nas restantes edições.
Palau, III, p. 250
250,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36225

36217 BARBOSA (Agostinho)

36217 BARBOSA (Agostinho)
DE CANONICIS et Dignitatibus, Aliísque Inferioribus Beneficiariis Cathedralium, & Collegiatarum Ecclesiarum. eorumque officiis tam in Choro, quàm in Capitulo. Lugduni: Sumptibus Laurentii Durand, 1634. 4.º; [8], 408, [24] pp.; 250 mm. Exemplar falho no índice de uma folha e outra com perda à cabeça afectando o texto; encadernação em pergaminho da época; ligeira acidez.
Terceira edição acrescentada desta obra de Agostinho Barbosa, “um dos mais famosos varões que produzio Portugal para crédito, e ornato da República Literária”, segundo Barbosa Machado. Natural da vila de Guimarães, Agostinho Barbosa distinguiu-se pela sua extraordinária erudição, escrevendo logo aos 15 anos um Vocabulário Português e Latino. Passou por várias universidades de Itália, França e Alemanha, bem como por várias cortes em Roma. Faleceu em 1649.
Barbosa, I, p. 54 e segs.
80,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36217

36216 CONSTITUIÇÕES Synodaes do Bispado do Porto

36216 CONSTITUIÇÕES Synodaes do Bispado do Porto, novamente feitas e ordenadas pelo Illustrissimo e Reverendissimo Senhor Dom Joam de Sousa […]. Porto: Por José Ferreira, 1690. 4.º; portada gravada; [42], 670, [4], 20, [92], [10] pp.; 290 mm. Encadernação inteira de carneira da época; corte das folhas carminado; ocasionais toscos restauros marginais; perdas de suporte marginais sem afectar o texto; portada com ligeira perda em virtude de má costura ao festo.
Quartas constituições do Bispado do Porto. As primeiras são de 1496, 1541 e 1585. A obra é constituída por: uma belíssima portada gravada; frontispício, índice, texto das Constituições, decretos apostólicos e Indice das Coisas mais Notáveis, tudo ocupando as primeiras [42], 670, [4]. Segue-se uma “Relaçam da Procissam e Sessoens do Synodo Diocesano que se celebrou na Santa Sé da Cidade do Porto […]” com as 20 pp. seguintes, as quais vêm adornadas com uma linda gravura a buril ilustrativa. Por fim, o Índice das Coisas Notáveis e uma Resenha das Paróquias da Diocese. Raro.
Inocêncio, I, p. 106; Samodães, 869
320,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36216

36215 CONSTITVIÇÕES Synodaes do Bispado da Gvarda

36215 CONSTITVIÇÕES Synodaes do Bispado da Gvarda. – Impressas por Mandado do Ill.mo e Reverend.mo Sen.or Dom Francisco de Castro […]. Em Lisboa: Por Pedro Crasbeeck, 1621. ¶//4, A-Z, Aa-Zz, Aaa-Ccc//6, Ddd//4, A//6, B//8; [4], 297, [1 br.], [14] ff.; 265 mm. Encadernação inteira de pele não contemporânea, decorada a seco nas pastas e a ouro na lombada; anotações da época; alguma acidez; trabalho de traça marginal em alguns fólios.
Primeira edição destas Constituições Sinodais ilustrada com um belo fronstispício gravado. Muito raro.
Inocêncio, II, p. 103; Samodães, 858; Salema Garção, I, 937
420,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36215

36214 PLATÃO

36214 PLATÃO
LOIX de Platon. Par le traducteur de la République [Jean Nicolas Grou]. A Amsterdam: Chez Marc Michel Rey, 1769. 12.º; 2 v. de viii, [8], 398, [2] pp. e [4], 502, [2] pp. – Junto com:
—– DIALOGUES de Platon. Par le Traducteur de la République. A Amsterdam: Chez Marc Michel Rey, 1770. 12.º; 2 v. de [10], 424 pp. e [6], 442 pp.; 175 mm. Encadernações inteiras de carneira da época; com restauros principalmente junto aos cantos e lombada; corte das folhas pintado; ex-libris de Alexandre Correa de Lemos.
Primeira tradução em língua francesa destes textos clássico de Platão. A tradução foi realizada por Jean Nicolas Grou, um importante jesuíta do século XVIII, contemporâneo de Jean Jacques Rousseau a quem o editor da obra dedica o primeiro título. Raro.
250,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36214

36213 NIEREMBERG (Pe. João Eusebio)

36213 NIEREMBERG (Pe. João Eusebio)
DIFFERENÇA entre o Temporal, e Eterno. Crisol Purificatorio de desenganos com a memoria da Eternidade, & consideração dos Novissimos do homem, & principaes Mysterios Divinos pelo […]; traduzido do Castelhano em Portugues. Coimbra: Na Officina de Luis Seco Ferreira, 1741. 8.º; [8], 478, [26] pp.; 210 mm. Encadernação inteira de carneira da época; corte das folhas carminado; um pouco aparado.
Edição portuguesa destas meditações, sem referência ao tradutor. Interessante conjunto de reflexões com propósito de reforma moral. No primeiro livro, passa em revista as doutrinas de pensadores clássicos e da patrística sobre a eternidade; no segundo e terceiro, debruça-se sobre os fins, condições e males temporais; no quarto e quinto sobre a eternidade e respectiva comparação com as coisas temporais.
55,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36213

36212 AMADOR ARRAIS (Fr.)

36212 AMADOR ARRAIS (Fr.)
DIALOGOS DE DOM FREY Amador Arraiz, Bispo de Portalegre: Revistos, e acrescentados pelo mesmo autor na Segunda Impressão. – Nova Edição. Lisboa: Na Typographia Rollandiana, 1846. XII, 886 pp.; 215 mm. Encadernação com lombada em pele; ligeiramente aparado.
Terceira edição, publicada sob a direcção de António Manuel do Rego Abranches, sendo deste autor o Prólogo e a Notícia biográfica. Foi organizada sobre a Segunda edição, de 1604, por ter sido ainda revista pelo Bispo, mas recorrendo à primeira sempre que se julgou mais precisa a linguagem, contendo no final uma importante tábua com as variantes entre uma e outra. Invulgar e estimado.
Inocêncio, I, p. 52
95,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36212

36211 MENESES (Sebastião Cesar de)

36211 MENESES (Sebastião Cesar de)
SUGILLATIO Ingratitudinis. S.l.: s.n., s.d.. 4.º; [50], 422, [50] pp.; 225 mm. Bom exemplar. Encadernação de pergaminho da época; corte das folhas carminado; ligeira acidez.
Obra que se julga impressa em Amesterdão, provavelmente por Simão Soeiro Lusitano, impressor de várias obras do autor, no século xvii. A obra conheceu, segundo Barbosa, mais duas edições. A segunda por António Craesbeeck de Melo, Lisboa, 1683 e por Miguel Deslandes, Lisboa, 1697.
Sebastião César de Menezes, natural de Lisboa, mas falecido no Porto, para onde aliás partiu desgostoso com a vida na corte da capital, em 1672, foi catedrático de Jusrisprudência Pontíficia em Coimbra, Inquisidor de Coimbra e Lisboa, Deputado do Conselho Geral, Arcediago da Sé de Lisboa, Deputado da Junta dos Três Estados, Desembargador do Paço, Conselheiro de Estado, nomeado Bispo das Catedrais do Porto e Coimbra e Arcebispo da Primacial de Braga, Embaixador em França e, por fim, Inquisidor Geral. Várias são as citações de Barbosa a elogios ao seu carácter e inteligência.
Muito raro.
— Inocêncio, VII, p. 204; Barbosa, III, p. 682
700,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36211

36210 MANEYRO (Domingos)

36210 MANEYRO (Domingos)
DEFINIÇOENS Moraes muy Uteys, e Proveitosas para Curas, Confessores, & Penitentes / Recopilado pelo Licenciado Domingos Maneyro das obras do Doutor Christovam de Aguirre. Traduzido de Castelhano em Portuguez pelo P. Antonio de Araujo. Accrescentados com todos os casos reservados aos Bispados deste Reyno de Portugal […]. Em Coimbra: Na Officina de Joam Antunes, 1701. 8.º; [8], 388, [4] pp.; 145 mm. Encadernação em pergaminho um pouco cansada; ligeiramente aparado; acidez.
Edição desconhecida de Inocêncio. O tradutor, o Pe. António Araújo, ocupou grande parte da sua obra a traduzir do francês e do castelhano obras devotas para instrução dos fiéis.
Inocêncio, I, p. 88
220,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36210

36209 SALAZAR (Stephano)

36209 SALAZAR (Stephano)
GENEALOGIA Iesv Christi Redemptoris Nostri Secvndvm Mathevm, accuratissimé explicata. Cui adiectae sunt morales quaedam Synóples siue contuitus, in vsum concionatorum. Accessit etiam commentariolus, in caput secundum de aduentu Magorum eisde D. Matthaei, cum eisdem synopsibus siue sonsiderationibus moralibus. Lugduni: Apud Carolum Pesnot, 1584. 8.º; *, A-M/8; [16], 176, [16] pp.; 180 mm. Encadernação inteira de pergaminho da época restaurada; carimbos a óleo no frontispício; ocasionais manchas marginai; bom exemplar.
Rara edição quinhentista destes comentários ao Evangelho de S. Mateus.
750,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36209

36208 DOMINGUES (João Batista)

36208 DOMINGUES (João Batista)
VIDA do Principe D. Theodosio, Offerecida a S.ta Joanna, Princeza de Portugal / por seu Author […]. Lisboa: Na Officina dos Herd. de Antonio Pedrozo Galram, 1747. 8.º; [ ]2, *6, **2, A-M8, N2.; [20]-194-[2] pp.; 205 mm. (8.º). Encadernação inteira de carneira da época; bom exemplar.
Única obra publicada deste autor natural de Lisboa, bacharel em Canones pela Universidade de Coimbra. Invulgar.
Inocêncio, III, 303
200,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36208

36207 OFFICIA Propria Sanctorum

36207 OFFICIA Propria Sanctorum, et Aliarum Festivitatum Ordinis Carmelitarum, pro ejusdem ordinis fratibus, et monialibus discalceatis […]. Ulyssipone: Ex Praelo Michaelis Manescal da Costa, 1761. lviii, [2], 584, [10], 6, [2] pp.; 210 mm. Encadernação inteira de carneira da época com lombada cansada; em bom estado geral de conservação.
Bonito breviário do Ofício Divino ou Liturgia das Horas para as festas e memórias de Santos, saído dos prelos de uma das mais importantes tipografias portuguesas do século XVIII. Impressa em caracteres romanos e itálicos a duas colunas e a preto e vermelho, forma ainda hoje utilizada nos livros litúrgicos.
50,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36207

36206 ALMEIDA (Teodoro, Pe.)

36206 ALMEIDA (Teodoro, Pe.)
RECREAÇÃO FILOSOFICA, ou Dialogo sobre a Filosofia Natural, para instrucção de pessoas curiosas, que não frequentarão as aulas / pelo […]. – Quinta Impressão muito mais correcta, que as precedentes. Lisboa: Na Regia Officina Typographica, 1786-1800. 10 v.: il.; 170 mm. Encadernações inteiras de carneira uniformes, do século XIX, com excepção do terceiro volume, também inteira de carneira contemporânea; bom exemplar.
Obra didáctica, em forma de diálogo, onde o Pe. Teodoro de Almeira procurou instruir os menos instruídos sobre as ciências naturais. Foi obra muito estimada como atestam as variadíssimas edições . Esta é, na verdade, a segunda edição completa.
Inoc., VII, 301
280,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36206

36205 RIEGER (Paul Joseph)

36205 RIEGER (Paul Joseph)
INSTITUTIONUM Jurisprudentiae Ecclesiasticae. Venetis: Sumpt. Haeredis Nicolai Pezzana, 1786. 5 v.; 180 mm. Encadernações uniformes inteiras de carneira da época; rótulos cansados; ligeiramente aparado.
Desconhecemos que edição e se está completo este tratado por Paul Joseph Riegger, importante jurista do século XVIII, nascido em Freiburg em 1705. De 1733 trabalhou como professor em Innsbruck as cadeiras de Lei Natural, Lei Alemã e Lei Internacional e a partir de 1753 em Viena. Consultor da Imperatriz Maria Teresa, a quem dedica o trabalho, foi um pioneiro no estudo de algumas reformas.
Raro.
80,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36205

36204 BUFFIER (Claude)

36204 BUFFIER (Claude)
GÉOGRAPHIE Universelle, exposée dans les differentes Méthodes qui peuvent abréger l’ étude & faciliter l’ usage de cette Science, Avec le secours des Vers artificiels, et un Traité de la Sphere. Derniere Édition, Revue, corrigée & augmentée […]. A Lyon: Chez Amable Leroy, 1783. 10, 422 pp.; 15 [de 18] mapas: il.; 170 mm. Encadernação inteira de carneira da época; ligeiramente aparado.
Estimada edição deste pequeno atlas ilustrado com vários mapas desdobráveis. Raro.
110,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36204

36203 MASCARENHAS (João)

36203 MASCARENHAS (João)
MANEJO e Governo da Cavallaria, escritto pelo Conde Galeaço Gualdo Priorato. Lisboa: Na Officina de Miguel Manescal, 1707. 8.º; [16], 198 pp.; 150 mm. Segundo alguns bibliógrafos, existe uma portada gravada que este exemplar não possui, mas a colecção deste exemplar corresponde exactamente à numeração de páginas que indicam. Encadernação inteira de carneira da época, um pouco cansada.
Primeira e única edição desta obra que saiu póstuma e sem nome de autor, de autoria de D. João Mascarenhas, terceiro conde do Sabugal, general de cavalaria, governador do Alentejo e conselheiro de guerra. Segundo Martins de Carvalho, “distinguiu-se no cerco à cidade de Arras, na recuperação de Aiere, na tomada de La Bassée, na vitória de Haoucourt, na batalha de Rocroy em Gravelenges, e em diferentes outros rencontros”.
Galeazzo Gualdo Priorato foi um militar nascido em Vicenza. Serviu no exército francês, no alemão de Ernesto Mansfeld e no holandês no Brasil de Maurício de Nassau, tendo combatido os portugueses nessa colónia. Ferido na batalha de Nordlingen (1643). Naturalizou-se francês em em 1656. Foi nobilitado pelo papa Alexandre VII em 1656, foi depois diplomata da rainha Cristina da Suécia e finalmente historiógrafo do imperador Leopoldo da Áustria.
A obra, além do importante texto de Galeazzo Gualdo Priorato, a tradução vai enriquecida com as valiosas e extensas notas de D. João Mascarenhas onde expressa a sua opinião experimentada no terreno.
Raro.
Barbosa, II, 693; Inocêncio, III, J.1009; Martins de Carvalho, p. 158
150,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36203

36202 AZEVEDO (Fr. Miguel de)

36202 AZEVEDO (Fr. Miguel de)
REGRA da Ordem Terceira da Mãi Santissima, e Soberana Senhora do Monte do Carmo, extrahida da Regra, que Alberto Patriarca XII, de Jerusalém escreveo para Brocardo, e os mais Eremitas, que ao pé da Fonte de Elias moravão no Monte Carmelo. Lisboa: Na Regia Officina Typographica, 1790. 8.º; 246 pp.; 150 mm. Encadernação inteira de carneira da época; assinaturas de posse coevas no frontispício.
Primeira edição. Fr. Miguel de Azevedo, Carmelita Descalço, natural de Évora, foi Prior provincial eleito, Mestre e Cronista da Província. Foi publicada segunda edição em 1817.
Inocêncio, VI, M. 1712
90,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36202

36200 ESTATUTOS da Universidade de Coimbra

36200 ESTATUTOS da Universidade de Coimbra […]. Lisboa: Na Regia Officina Typographica, 1773. 3 v.; 8.º; xxii, [2], 374 pp.; xiv, 584 pp.; xiv, 400 pp.; 180 mm. Encadernações inteiras de pergaminho coevas, com rótulos a vermelho e títulos a ouro nas lombadas; primeiro volume com lombada ligeiramente cansada no pé devido ao seu maior uso; corte das folhas pintado; exemplar limpo; frontispícios ligeiramente mais pequenos que restantes fólios.
Estatutos cujo principal coordenador foi o desembargador João Pereira Ramos d’Azeredo Coutinho, coadjuvado pelo seu irmão D. Francisco de Lemos, com excepção da parte, que diz respeito ás ciências naturais, a qual foi exclusivamente compilada por José Monteiro da Rocha. Segundo Inocêncio existem duas edições do mesmo ano, destes estatutos, uma impressa em 4.º e outra em 8.º, ambas de 1772. Conhecemos a edição em 4.º (vd. nosso catálogo de Maio de 2005, lote 36), realmente impressa em 1772, mas desconhecemos outra no mesmo ano em 8.º, pelo que, provavelmente trata-se de algum erro de Inocêncio confundido com a data da publicação dos estatutos, de facto, em 1772.
Raro e estimado.
Inocêncio, II, 236
420,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36200

36197 LIPPE (Guilherme, Conde Reinante de Schaumbourg)

36197 LIPPE (Guilherme, Conde Reinante de Schaumbourg)
Regulamento para o Exercicio, e Disciplina, dos Regimentos de Infantaria dos Exercitos de Sua Magestade Fidelissima / por […]. Lisboa, Impresso na Secretaria de Estado, 1763. 8.º; vi, 248 pp. – junto com:
—– INSTRUCÇOENS Geraes relativas a varias partes essenciaes do serviço diário para o Exercito de S. magestade Fidelissima. Lisboa, Na Officina de João António da Silva, 1782. 8.º; 54, [2 br.] pp. – junto com:
—– MEMORIA sobre os Exercicios de Meditação Militar para se remeter aos senhores Generaes, e Governadores de Provincias, a fim de se distribuir aos Senhores Cheffes dos Regimentos dos Exercitos de S. Magestade. Lisboa: Na Officina de João António da Silva, 1782. 8.º; 32 pp.; 170 mm. Encadernação inteira de carneira da época; corte das folhas pintado; assinaturas coevas de posse no frontispício.
PRIMEIRA Edição deste Regulamento, um dos primeiros trabalhos do Conde Lippe, contendo tudo o que respeita à organização dos corpos de infantaria, formaturas e evoluções, exercício de fogo, manejo de armas, serviço de guarnição nas praças, conselhos de guerra e serviço interno dos corpos. Conheceu algumas reimpressões. Raro.
Vem acompanhado de mais duas obras do Conde de Lippe que costumam acompanhar outras edições do primeiro título.
Dicionário Bibliográfico Militar Português, p. 139
95,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36197

36193 BERTOLTA (Aureli de Giorgi)

36193 BERTOLTA (Aureli de Giorgi)
NOITES Clementinas, poema em IV. cantos, à morte de Clemente XIV (Ganganelli). Trasladado em vulgar por hum Anonimo. Lisboa: Na Typographia Rollandiana, 1785. 8.º; 264, [6] pp.; 150 mm. Encadernação inteira de carneira da época; ligeiramente aparado; mancha de humidade no pé.
A presente edição, provavelmente a primeira em língua portuguesa, apresenta-se traduzida e comentada por um autor anónimo e com o texto original ocupando as últimas páginas do volume
Não existe referência de Inocêncio a esta edição, mas a duas outras, já no século XIX. A primeira em dois volumes, Lisboa, Regia Officina Typographica, 1875, a segunda na typ. Rollandiana, 1816.
Inocêncio, XVII, N. 224
45,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36193

36192 FANCHEUR (Michel le)

36192 FANCHEUR (Michel le)
AN Essay upon Pronunciation and Gesture, founded upon the best rules and authorities of the Ancients, Ecclesiastical and Ciil, and adorned with the finest rules of elocution. London: Printed for C. Hitch, 1750. 6.º; [2], iv, viii, [2], 174, [2] pp.; 170 mm. Encadernação inteira de carneira da época com ligeiro restauro junto à lombada; ligeiramente aparado; ex-libris heráldico a óleo no frontispício não identificado.
Cremos tratar-se da primeira edição inglesa deste tratado clássico de uma dos elementos fundamentais da retórica, a pronunciação e projecção vocal de um orador, bem como sobre a utilização dos gestos como parte integrante da arte oratória e que pela primeira vez é trazida à reflexão neste texto. Raro e estimado.
35,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36192

36190 VIANA (Bento José da Cunha)

36190 VIANA (Bento José da Cunha)
GUIA do Orador Militar ou Arte de Fallar aos Soldados, contendo a prática da Eloquência Militar. Porto: Na Typographia de S. J. Pereira, 1848. viii, 128, [4] pp.; 185 mm. Encadernação com lombada em pele um pouco cansada; ligeiramente aparado.
Curioso texto deste militar, natural de Viana do Castelo em 1817, que trata da forma de se falar aos soldados, motivando-os e “movendo o seu coração”. Raro.
Inocêncio, I, B.120; VIII, p. 374
35,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36190

36188 NOVO LIVRO, ou Jogo de Sortes

36188 NOVO LIVRO, ou Jogo de Sortes, que faz hum lindo, e Gostosos Entretenimento das Companhias Sociaes, Inteiramente diverso, e com outra disposição, de hum impresso no anno de 1797 com o titulo de Recreio Honesto / por Prisco Antunes […]. Obra utilissima a todas aquellas Pessoas, que em bella Sociedade quizerem rir-se com os Disparates de huma fortuita Sorte. Lisboa: Na Typ. Patriotica, 1837. VIII, 288 pp.; 165 mm. Exemplar por abrir, encadernado com lombada em pele.
Curiosa obra de entretenimento descrevendo um jogo de sorte onde a partir de uma carta com um número se responde a perguntas como “Se lhes descobrirão os segredos?”, “Se a mulher logrará quem pretende?”, etc.
75,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36188

36187 FERREIRA (Abel Martins)

36187 FERREIRA (Abel Martins)
ARCHIVO Eborense: publicação semanal. – n.º 1, 1893 – [n.º 14, 1893]. Évora: Typ. Eborense de F. G. Bravo, 1893. 334, 114 pp.; 190 mm. Pensamos tratar-se da colecção completa, apesar de faltarem os frontispícios dos números XII a XIV; encadernação com lombada em pele, tendo na pasta uma das capas de brochura de um dos números; ligeiramente aparado, mas limpo.
RARO e muito interessante título da bibliografia eborense que consta de um conjunto de apontamentos organizados, de autoria do Cónego Abel Martins Ferreira, sobre os antigos livros do cartório capitular da Sé de Évora onde se encontram registadas as deliberações do cabido, bem como todos os factos de certa importância, acontecidos na cidade, em que mais ou menos directamente interveio a corporação capitular.
Jornais e Revistas, 356
150,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36187

36185 CONVENÇÃO entre a muito alta e muito poderosa Senhora Dona Maria

36185 CONVENÇÃO entre a muito alta e muito poderosa Senhora Dona Maria Rainha de Portugal, e os altos e poderosos Estados Geraes das Provincias Unidas dos Paizes Baixos, pela qual se estabelece huma reciproca restituição dos desertores de suas respectivas embarcações, assinada em Lisboa em 8. de maio de 1794. pelos Plenipotenciarios de huma, e outra potencia, e por ambas ratificada. Lisboa: Na Regia Officina Typographica, 1794. 8.º; 16 pp.; 205 mm. Encadernação com lombada em pele não contemporânea; limpo.
Texto em português e francês deste acordo bilateral entre Portugal e os Países Baixos. Raro.
70,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36185

36184 ARCANJOS (Fr. António dos)

36184 ARCANJOS (Fr. António dos)
SERMAM de Sancta Clara em o se Conento de Lisboa estando o Sanctissimo Sacramento exposto pregov-o o M.R.P. M. Fr. Antonio dos Archanjos. Em Coimbra: Na Officina de Rodrigo de Carvalho Coutinho, 1672. 4.º; [2], 22 pp.; 205 mm. Encadernação com lombada e cantos em pele; ex-lbris de António Capucho; bom exemplar.
Segunda edição, rara, deste sermão de Fr. António dos Arcanjos, natural de Évora em 1632. Foi frade do Instituto dos Frades Menores na Província do Algarve, aí ensinando teologia e filosofia, foi eleito provincial em 1663, chegando à Cúria Romana como Procurador dos negócios domésticos da sua Provincia, Qualificador do Santo Ofício e Examinados das Ordens Militares. Tido pelos seus contemporâneos como “pregador insigne”. Morreu em 1682 no Convento de Xabregas.
Este seu sermão foi publicado pela primeira vez em 1664, Lisboa, por Domingos Carneiro, depois na presente edição de 1672 e saiu também, traduzido em castelhano com outros sermões no livro intitulado “Laurea Portugueza”, Madrid, 1679.
Barbosa, I; não referido por Inocêncio; Palha cita outro sermão não possuindo o presente.
140,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36184

36183 CAEIRO (Francisco), S.J.

36183 CAEIRO (Francisco), S.J.
OPUSCULUM Morale de Bulla Cruciatae Lusitana, & de Monitorijs. Ulyssipone Occidentali: Ex Typographia Antonij Pedrozo Galraõ, 1723. 8.º; [14], 313 [aliás 314], [4] pp.; 145 mm. Encadernação inteira de pergaminho da época, cansada; algumas manchas de acidez mais acentuadas no início do volume.
Segunda edição da única obra publicada por este padre jesuíta, natural de Monsaraz, professor na Universidade de Évora e revisor dos liros da Companhia de Jesus. Inulgar.
Barbosa, II, p. 128
48,00 €
http://www.otiumcumdignitate.pt/livro/36183

%d bloggers like this: